sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Manual para aqueles e aquelas que bebem socialmente


MANUAL PARA AQUELES E AQUELAS QUE BEBEM SOCIALMENTE ...

Coisas que são DIFÍCEIS de dizer quando você está bêbado:
- Indubitavelmente.
- Preliminarmente.
- Proliferação.
- Inconstitucional.

Coisas que são EXTREMAMENTE DIFÍCEIS de dizer quando você esta bêbado:
- Especificidade.
- Transubstanciado.
- Verossimilhanç a.
- Três tigres.

Coisas que são TOTALMENTE IMPOSSÍVEIS de dizer quando você está bêbado:
- Puta merda que gaja feia!!!!
- Chega, já bebi demais.
- Sai fora, você não é o meu tipo...

Como agir quando bebeu demais e está com os seguintes sintomas:

SINTOMA:Pés frios e húmidos.
CAUSA:Você está segurando o copo pelo lado errado.
SOLUÇÃO: Gire o copo até que a parte aberta esteja virada para cima.

SINTOMA: Pés quentes e húmidos.
CAUSA: Você fez xixi.
SOLUÇÃO: Vá se secar no banheiro mais próximo.

SINTOMA: A parede a sua frente está cheia de luzes.
CAUSA: Você caiu de costas no chão.
SOLUÇÃO: Coloque seu corpo a 90 graus do solo.

SINTOMA: O chão está embaciado.
CAUSA: Você está olhando para o chão através do fundo do seu copo vazio.
SOLUÇÃO: Compre outra cerveja ou similar.

SINTOMA: O chão está se movendo.
CAUSA: Você está sendo carregado ou arrastado.
SOLUÇÃO: Pergunte se estão te levando para outro bar.

SINTOMA: O local ficou completamente escuro.
CAUSA: O bar fechou.
SOLUÇÃO: Pergunte ao garçom o endereço de sua casa.

SINTOMA: O motorista do táxi é um elefante rosa .
CAUSA: Você bebeu muitíssimo.
SOLUÇÃO: Peça ao elefante que o leve para o hospital mais próximo.

SINTOMA:Você está olhando um espelho que se move como água.
CAUSA: Você está para vomitar numa sanita.
SOLUÇÃO: Enfie o dedo na garganta

SINTOMA: As pessoas falam produzindo um misterioso eco.
CAUSA: Você está com a garrafa de cerveja na orelha.
SOLUÇÃO: Deixe de ser palhaço..

SINTOMA: A discoteca move-se muito e a música é muito repetitiva.
CAUSA: Você está em uma ambulância.
SOLUÇÃO: Não se mova. Possível coma alcoólico.

SINTOMA: A fortíssima luz da discoteca está cegando os seus olhos.
CAUSA: Você está na rua e já é dia.
SOLUÇÃO: Tente encontrar o caminho de volta para casa.

SINTOMA: Seu amigo não liga para o que você diz..
CAUSA: Você está falando com uma caixa de correios.
SOLUÇÃO: Procure seu amigo para que ele te leve para casa.

SINTOMA:Seu amigo não pára de falar repetidamente as mesmas palavras
CAUSA: Você está falando com o cachorro do vizinho
SOLUÇÃO: Pergunte a ele onde é sua casa.

A vida em 5 garrafas


Agoram digam lá que é mentira....

Tomar juizo

Bom, ao final de tantos anos devo admitir que a minha mãe tinha razão quando dizia para eu tomar juízo. Portanto a partir de hoje eu prometo que vou tomar juízo.

Novo anúncio na tasca

Devido a alguns problemas técnicos de ordem maior, fui obrigado a colocar um anúncio na casa de banho.Fica aqui a foto do novo anúncio da gerência.

O que faz a coca cola no nosso corpo


Já imaginou o que acontece com o seu organismo depois de tomar uma Coca-Cola geladinha? Veja aqui, passo-a-passo, o que ocorre após ingerir Coca-Cola. Você já imaginou porque a Coca-Cola o deixa alegre? É porque ela o deixa meio "alto", se é que vocês me entendem. Eles tiraram a cocaína da fórmula há quase 100 anos, sabe porque? Porque ela era totalmente redundante.

10 minutos- Uma quantidade parecida com 10 colheres de chá de açúcar golpeiam seu organismo (100% da recomendação diária). Com essa quantidade de açúcar, você só não vomita imediatamente porque o ácido fosfórico quebra o enorme sabor de açúcar, permitindo que a Coca não fique tão doce.

20 minutos - O açúcar do seu sangue aumenta, causando uma explosão de insulina. Seu fígado responde transformando todo o açúcar em gordura (que nesse momento é abundante).

40 minutos - A absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, sua pressão aumenta e, como resposta, seu fígado joga mais açúcar na sua corrente sanguínea. Os receptores de adenosina no seu cérebro são bloqueados, evitando que você fique entorpecido.

45 minutos - Seu corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do seu cérebro. Fisicamente, é exactamente isso que acontece se você tomar uma dose de heroína.

60 minutos - O ácido fosfórico prende o cálcio, o magnésio e o zinco no seu intestino grosso, provocando um aumento no metabolismo. Essa junção é composta por altas doses de açúcar e adoçantes artificiais. Isso também faz você eliminar cálcio pela urina.

65 minutos - A propriedade diurética da cafeína começa a agir, e faz você ter vontade de ir ao banheiro. Agora é certo que você ira defecar a junção de cálcio, magnésio e zinco; que deveriam ir para seus ossos, assim como o sódio e a água.

70 minutos - O entusiasmo que você sentia, passa. Você começa a sentir falta de açúcar, que faz você ficar meio irritado e/ou com preguiça. Essa hora você já urinou toda a água da Coca, mas não sem antes levar junto alguns nutrientes que o seu corpo iria usar para hidratar o organismo e fortalecer ossos e dentes.

Isso tudo será seguido por uma enorme falta de cafeína em poucas horas.
Menos de duas, se você for fumador.

Mas não tem problema, toma outra Coca-Cola aí que vai fazer você se sentir melhor.

Voçe sabia que...


… Que a Bíblia é o livro mais roubado de livrarias?

…Que algumas raças de baleias cometem suicídio?

…Que beijar por 1 minuto queima 26 calorias?

…Que ver ou ouvir falar de alguém bocejando te deixa com vontade de bocejar também?

…Que Charles Chaplin participou de um concurso de sósias dele e chegou em 3º lugar?

…Que a logo marca do doce Chupa Chups foi criada por ninguém menos que Salvador Dali?

…Que as vacas produzem mais leite quando escutam música?

…Que o dramaturgo inglês Shakespeare era dislexo?

…Que a maioria dos roubos ocorrem em uma terça-feira?

…Que Ringo em japonês quer dizer maçã?

…Que 80% das imagens na internet são pornográficas?

…Que a 1ª palavra dita por Pablo Picasso foi “piz”, que é uma gíria em espanhol que significa lápis?

…Que Mel Blank, dublador do Pernalonga, era alérgico a cenouras?

…Que os pássaros azuis não conseguem ver a cor azul?

…Que o leão usado pela MGM em seu logo matou seu treinador no dia seguinte as filmagens?

…Que Thomas Edison, inventor da lâmpada elétrica, tinha medo do escuro?

…Que os homens tem mais facilidade em ler textos com fontes pequenas?

…Que o golf foi o único esporte já praticado na lua?

… Que a palavra “ontem” não existe na língua dos esquimós?

…Que Albert Einstein não conseguia nunca se lembrar do próprio número de telefone?

…Que cada cigarro que você fuma faz você morrer 5 minutos mais cedo do que esperado?

…Que um queijo de mais de 4000 anos foi encontrado em tumbas no Egito?

…Que a pressão produzida pelo coração humano ao bater é suficiente para espirrar sangue a uma distância de 9 metros?

…Que o crocodilo não consegue mostrar a língua?

…Que se tentar impedir que um espirro seja expelido pode morrer ao causar a ruptura de uma veia no cérebro ou na nuca? e Se mantiver, à força, os olhos abertos durante um espirro é possível que eles saiam das órbitas?

…Que os cigarros causam mais mortes prematuras do que a soma das mortes provocadas por AIDS, cocaína, heroína, álcool, acidentes de trânsito, incêndios e suicídios?

…Que as formiga sempre cai para o lado direito quando intoxicada?

…Que o copo americano, comum para tomar cerveja, foi inventado por um brasileiro?

10 coisas que aprendeste na adolescencia


1-Se o teu irmão se aleija..Você é o culpado..

2-Se o teu irmão está chorando..Tu ainda és o culpado..

3-Sabes aquela garota..A mais linda da tua escola..?Pois é..Ela não está afim de ti..

4-Espinhas machucadas...Se espreme-las..Vem sangue de brinde..

5-Garotas..Tem traseiros..Belos traseiros..

6-Nunca fales com uma garota...Na época da TPM..Só se for para elogia-la ou dar um presente..Fora isso corre muito..

7-Se atirar na cabeça é HeadShot..(Counter Strike)

8-Se peidar..Não te cubras com a coberta..Pode ser fatal..

9-Queres dinheiro..?Vai trabalhar..!Queres trabalhar..?Vai estudar..!Queres estudar..?Mentira!!!!

10-Ultima e principal..Se com a direita te cansares..Tenta com a esquerda...Não penses em malicia..!!Estou a falar do Guitar Hero....

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Tragam este indivíduo para Portugal!!!

TRAGAM ESTE INDIVÍDUO P/ PORTUGAL URGENTEMENTE!!!

É este aqui:

Joe Arpaio é o xerife do Condado de Maricopa no Arizona há já bastante tempo e continua sendo reeleito a cada nova eleição.

Ele criou a 'cadeia-acampamento', que são várias tendas de lona, cercadas por arame farpado e vigiado por guardas como numa prisão normal.

Baixou os custos da refeição para 40 centavos de dólar que os detidos, inclusivé, têm de pagar.

Proibiu fumar, não permite a circulação de revistas pornográficas dentro da prisão e nem permite que os detidos pratiquem halterofilismo.

Começou a montar equipas de detidos que, acorrentados uns aos outros, (chain gangs), são levados à cidade para prestarem serviços para a comunidade e trabalhar nos projetos do condado.

Para não ser processado por discriminação racial, começou a montar equipas de detidas também, nos mesmos moldes das equipas de detidos .

Cortou a TV por cabo aos detidos, mas quando soube que TV por cabo nas prisões era uma determinação judicial, voltou a permitir, mas só entra o canal do Tempo e da Disney.

Quando lhe perguntaram por que o canal do tempo, respondeu que era para os detidos saberem que temperatura iriam enfrentar durante o dia quando estivessem a prestar serviço na comunitário, trabalhando nas estradas, construções, etc.

Em 1994, cortou o café, alegando que além do baixo valor nutritivo, estava a proteger os próprios detidos e os guardas que já haviam sido atacados com café quente por outros detidos, sem falar na economia dos cofres públicos de quase US$ 100, 000.00/ano.

Quando os detidos reclamaram, ele respondeu:

- Isto aqui não é um hotel 5 estrelas e se vocês não gostam, comportem-se como homens e não voltem mais.

Distribuiu uma série de vídeos religiosos aos prisioneiros e não permite quaisquer outro tipo de vídeos na prisão.

Perguntado se não teria alguns vídeos com o programa do partido democrata para distribuir aos detidos, respondeu que nem que tivesse, pois provavelmente essa era a causa da maioria dos presos ali estarem.

Com a temperatura batendo recordes a cada semana, uma agência de notícias publicou:

Com a temperatura atingindo 116 F , ( 47 C ), em Phoenix no Arizona, mais de 2000 detidos na prisão acampamento de Maricopa tiveram permissão de tirar o uniforme da prisão e ficar só de shorts, (cor de rosa), que os detidos recebem do governo.

Na última quarta-feira, centenas de detidos estavam recolhidos nas barracas, onde a temperatura chegou a atingir os 138°F , ( 60°C ).

Muitos com toalhas cor de rosa enroladas no pescoço estavam completamente encharcados de suor.

Parece que estávamos dentro de um forno, disse James Zanzot que cumpriu pena nessas tendas por um ano.

Joe Arpaio, o xerife durão que inventou a prisão-acampamento, faz com que os detidos usem uniformes cor-de-rosa e não faz questão alguma de parecer simpático.

Diz ele aos detidos:

- Nossos soldados estão no Iraque onde a temperatura atinge 120°F ( 50°C ), vivem em tendas como vocês, e ainda tem de usar fardamento, botinas, carregar todo o equipamento de soldado e, além de tudo, não cometeram crime algum como vocês, portanto calem a boca e parem de reclamar '.

Se houvessem mais prisões como esta, talvez o número de criminosos e reincidentes diminuísse consideravelmente.

Criminosos têm de ser punidos pelos crimes que cometeram e não serem tratados a 'pão-de-ló', tendo do bom e do melhor, até serem soltos pra voltar a cometer os mesmos crimes e voltar para a vida na prisão, cheia de regalias e reivindicações.

Muitos cidadãos honestos, cumpridores da lei, e pagadores de impostos não tem, por vezes, as mesmas regalias que esses bandidos tem na prisão.

(*) Artigo extraído e traduzido de um documentário da televisão Americana...
Os fatos acima são verídicos e a prisão-acampamento está lá em Maricopa - Arizona.

Um gajo destes é que fazia falta aqui em Portugal, até os criminosos piavam fininho...

Os aumentos salariais e as relações politico-militares


Na sequência da actualização de remunerações e suplementos das Forças de Segurança(FS) - em que o governo se preparava,uma vez mais, para fazer-se esquecido relativamente ao parente pobre do Estado,em que as Forças Armadas (FAs) se transformaram depois do fim do Conselho da Revolução,em 1982 – dizia –acabou por ser aprovado, algo a martelo,o diploma que tenta harmonizar a tabela salarial e a condição militar dos,agora e apenas,tolerados militares.
Os cidadãos que servem Portugal nas FAs,começaram por ser desnivelados dos vencimentos dos magistrados,universitários e diplomatas,que em conjunto eram tidos como os grandes pilares do Estado ( e que o “Estado Novo” sábia e laboriosamente equiparara),para serem segregados, a seguir, das “alcavalas” das FS,para agora acabarem abaixo da tabela dos técnicos superiores da função pública. Ódio velho não cansa... mas,se assim é, tenham coragem e afrontem-nos, de caras e de vez! O presente diploma, para além de conter varios aspectos criticáveis, dispõe que os aumentos para os generais de três e quatro estrelas “dispararam”relativamente ao resto das tropas. Até parece que os querem “comprar”... Esta diferenciação tomou forma – salvo erro - no primeiro governo do Prof. Cavaco Silva em que, inclusivé,se retirou as chefias militares da grelha salarial dos diferentes postos, indexando-os aos cargos politicos. Ou seja, separaram-se os chefes do resto das tropas. Ora, sendo a Instituição Militar (IM) caracterizada pela forte hierquização de postos e funções é natural que a tabela de vencimentos também reflita tal pressuposto. Mas não deve,sem embargo,pôr em causa a coesão a justiça relativa,o espirito de corpo e outros atributos especificos da IM,sem os quais os Exércitos são uma ficção. E se os chefes militares – não sei se os quatro,se os três – apesar da violência verbal e escrita com que trataram o assunto,não conseguiram fazer valer os seus argumentos,ao menos que não aceitassem, no final,tamanha diferenciação. Lamentavelmente parece ter sido usada, de novo, a técnica de má conduta consubstanciada no facto das chefias serem entretidas com determinados números e pressupostos e no fim verem-se confrontados com coisas diferentes.Chama-se a isto deslealdade. Por tudo isto, há muitos anos que semelhantes procedimentos deveriam ter sido atalhados cerces e denunciados. Se o Dr Portas,por ex.,à segunda vez que tivesse chegado atrasado a uma cerimónia militar, já lá não encontrasse ninguém para o receber,certamente que não teria porfiado na irresponsabilidade e falta de educação do acto. Ou quando o Dr Caldas,em directo na TV,quis fazer uma piada pífia com uma frase do Clemanceau – que ele julgava ser do Churchil – tivesse ,logo de seguida, engolido a graça,se calhar não teriamos chegado a este plano inclinado. Lembram-se do Dr Jardim? Desde que um coronel na reforma lhe assentou as costuras nos idos de 70 e muitos,que tem tido um comportamento exemplar para com os militares – enfim,questão da bandeira regional,na capitania do porto e tentativa de “assalto”ao Palácio de S. Lourenço,à parte. É preciso ultrapassar questões do foro “horticola”que nos tolhem e que têm permitido abusos e desconsiderações. Mas só assim poderemos ser respeitados. O que mais dói,é que os estimáveis profissionais de uma instituição acima de tudo patriótica,que obrigatoriamente tem de dar de si uma imagem de coragem – fisica e moral – e que se consideram,com alguma justiça,os catedráticos da estratégia,da táctica,da logistica,operacionais ferozes de várias artes e saberes,se deixem – ao fim e ao cabo – tosquiar como cordeiros mansos,sem um ai! que se oiça. Ainda por cima por aprendizes da politica, de muito baixa categoria. Tenho pena que assim seja. E muita vergonha.

in Diabo
8 de Setembro de 2009

Acho que diz tudo...

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A Taxa de Roubo

Este sim é um dos jornalistas que os compreende muito bem. Convém tirar estes e mudar a coisa embora eles se salvem uns aos outros e são muito iguais mas se não os mudamos acho que será muito pior.....

«VOTO EM BRANCO» A ARMA DO POVO QUE MAIS AFLIGE O «BLOCO CENTRAL DE INTERESSES»

A Taxa de Roubo
Os técnicos do Instituto Nacional de Estatística têm que criar mais um índice. A Taxa de Roubo. Um indicador destes devia ser periodicamente elaborado e divulgado em conjunto com os níveis de desemprego, de inflação ou do Produto Interno Bruto. Com uma Taxa de Roubo incluída no conjunto das funções estatísticas que já compilamos, teríamos uma imagem muito mais clara do Estado da Nação.
Se houvesse Taxa de Roubo, os noticiários da semana passada, para além dos números do PIB e do Desemprego, teriam incluído que no primeiro trimestre a Taxa de Roubo em Portugal se tinha mantido entre as mais elevadas do mundo industrializado.
Os analistas podiam depois ir à TV para nos desagregar a Taxa de Roubo (TR) nos seus componentes mais expressivos, o NSP (Nível de Sonegação Pura), que inclui tudo o que seja trocas em dinheiro vivo em malas, e o GDC (Grau de Desfalque Contabilizável), que descrimina os montantes em off-shore e os activos já transformados (quintas, apartamentos, carros, barcos e acções não cotadas na Bolsa que valorizem mais de um centena de pontos em recompra).
Assim, ao sabermos que já temos mais de meio milhão de desempregados e que a economia nacional continua a soluçar em níveis anémicos, ficaríamos a saber também que o grau de gatunagem nacional continua intocado e que, apesar da crise, de facto, a nacional roubalheira subiu em termos homólogos quando comparada com trimestres passados.
Ficaríamos a saber que a volumetria do roubo em Portugal é das mais imponentes na Zona do Euro e que, contrariando o pessimismo de Pedro Ferraz da Costa quando disse ao Expresso que Portugal não tinha dimensão para se roubar tanto, há perspectivas para a Taxa de Roubo continuar crescer.
A insistência do Partido Socialista nos mega-projectos que, antes de começar já assinalam derrapagens indiciadoras de que a componente PPF (Pagamentos a Partidos e Figurões) vai crescer muito, é uma garantia de uma Taxa de Roubo que rivaliza com qualquer democracia africana ou sultanato levantino.
No PSD, a presença de candidatos com historial em posições elegíveis e em ternurenta proximidade com a líder, sugere que as boas práticas que têm sustentado a Taxa de Roubo vão continuar nos eventuais Ministérios de Ferreira Leite.
Neste ambiente de bagunça ideal, em que se juntam as possibilidades de grandes obras públicas com o frenesim eleitoral, os corretores podem mesmo, à semelhança do que se passa no mercado de capitais, criar valor com Futuros baseados nos potenciais de subida da Taxa de Roubo Portuguesa.
Por exemplo a inclusão de António Preto nas listas do PSD funciona como uma espécie de colateral de garantia de que os fluxos de dinheiros partidários continuam com todas as perspectivas de crescimento. Mudam as malas, mas continua tudo na mesma.
Pode-se pois criar à confiança um produto derivado colateralizado de alto rendimento e risco relativo, porque os dois grandes partidos obviamente confiam que a ingenuidade do eleitor português se mantenha.
Julgo que, tal como Ferraz da Costa, também Henrique Medina Carreira foi excessivamente prudente ao comparar o Portugal político a um "grande BPN".
Acho que com TGV, auto-estradas, Freeport e acções não cotadas da Sociedade Lusa de Negócios a render lucros de centena e meia de pontos, Portugal é uma holding de rapinagem que faz o que se passou no BPN parecer a contabilidade de uma igreja mórmon.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Imigrantes ilegais


Por falar em imigrantes ilegais...acho que a imagem diz tudo..

2012 e o fim do mundo


Conforme o ano de 2012 se aproxima, cientistas, religiosos e místicos do mundo inteiro correm atrás de pistas deixadas por civilizações e profetas do passado explicando como será o fim dos tempos. Em diversas culturas ancestrais o ano de 2012 é marcado nos calendários como o 'Armagedom', o 'apocalipse', o 'fim do mundo', 'o juízo final', 'o fim de um ciclo' e, nos mais otimistas, 'o ano em que esta era terminará e outra, melhor, será iniciada'. Maias, Egípcios, Celtas, Hopis, Nostradamus e diversos profetas, Chineses e Budistas, WebBots, Cientistas e Religiosos das mais diferentes crenças dizem que o mundo como o conhecemos pode estar com os dias contados.

Veja a seguir algumas teorias do que poderá ocorrer em 2012, antes ou depois. Algumas teorias possuem base científica, outras são espiritualistas e místicas. Recomenda-se bom senso na leitura.

Segundo a cosmologia Maia, o Planeta Terra possui 5 grandes ciclos ou eras, cada um com cerca de 5.125 anos. Para eles, 4 já passaram. "Os 4 ciclos anteriores terminaram em destruição. A profecia maia do juízo final refere-se ao último dia do 5º ciclo, ou seja, 21 de dezembro de 2012." diz Steven Alten. O quinto e atual ciclo também terminará em destruição? O que irá desencadeá-la? A resposta pode estar em um raro fenômeno cósmico que os maias previram a mais de 2.000 anos. "A profecia maia para 2012 baseia-se em um alinhamento astronômico. Em dezembro de 2012, o sol do solstício vai se alinhar com o centro de nossa galáxia. É um raro alinhamento cósmico. Acontece uma vez a cada 26.000 anos" diz John Major Jenkins, autor do livro Maya Cosmogenese 2012.

A cada 26.000 anos o sol se alinha com o centro da Via Láctea. Ao mesmo tempo ocorre outro raro fenômeno astrológico, uma mudança do eixo da terra em relação a esfera celeste. O fenômeno se chama Precessão. A data exata disto tudo é 21 de dezembro de 2012. "A Terra oscila lentamente sobre seu eixo mudando nossa orientação angular em relação a galáxia. Uma precessão completa leva 26.000 anos." diz John Major Jenkins.

Mas o que de fato acontecerá na fatídica data de 21 de dezembro de 2012? Para muitos será o dia da aniquilação da raça humana devido a uma inversão dos pólos da Terra. Como isso seria possível? Devido a distúrbios nos campos magnéticos do Sol que, gerando colossais tormentas solares, afetarão a polaridade de todo o nosso planeta. Resultado: o campo magnético terrestre se inverterá imediatamente, com conseqüências catastróficas para a humanidade. Violentos terremotos demolirão todos os edifícios, alimentando tsunamis colossais e atividade vulcânica intensa. Na verdade, a crosta terrestre deslizará, arremessando continentes a milhares de quilômetros de sua localização atual.

Até já estão sendo desenvolvidos novos mapas da geografia terrestres após as alterações físicas que supostamente ocorrerão. Especula-se que a Europa e a América do Norte sofrerão um deslocamento de milhares de quilômetros em direção ao Norte, e seu clima se tornará polar.

Para a surpresa de muitos, em 2008 apareceu um Crop Circle (círculos nas plantações) indicando a formação planetária em 2012 e talvez querendo nos alertar para algo que ocorrerá em 21/12/2012.

Outros falam que grandes cataclismos serão gerados devido a passagem de um astro/cometa/planeta perto da Terra. Seria o “abominável da desolação” de Jesus, a “abominação desoladora” do profeta Daniel, a “grande estrela ardente com um facho, chamada Absinto” do Apocalipse de João, a “grande estrela“, “o grande rei do terror“, “o monstro” ou “o novo corpo celeste” de Nostradamus, o “astro Intruso” ou “planeta higienizador” de Ramatis, o “planeta chupão” citado por Chico Xavier, ou o “Planeta X” procurado pelos astrônomos, ou o “12º planeta” de Zecharia Sitchin, ou o “Nibiru/ Marduk” dos Sumérios, ou ainda o “Hercólubus” da turma da Gnose.

A edição 148 da Revista UFO, de dezembro de 2008, veiculou extenso artigo sobre o suposto astro Nibiru, intitulado Nibiru: Perigo Iminente, do professor universitário e autor Salvatore De Salvo, consultor da UFO, defendendo sua existência e a iminência de um desastre na Terra quando de sua passagem, esperada para 2012. Embora esta visão catastrófica tenha sido contestada pelo Ufólogo Marco Antonio Petit na edição 151 da Revista UFO, de março de 2009, Salvatore voltou a ratificar o alerta sobre a aproximação de Nibiru num artigo publicado pelo site da Revista Ufo em abril de 2009. No programa Fantástico da Rede Globo de 1 de março de 2009 o tema 2012 e Nibiru foi abordado muito rapidamente. Como se poderia esperar de uma emissóra de TV aberta e destinada a grande massa (povão) infelizmente o tema foi tratado com deboche e visto como um "Hoax" (boato fraudulento), sem que tenha havido qualquer investigação aprofundada por parte da emissora (o site porque2012.com apareceu rapidamente nesta reportagem).

A ideia de um planeta gigante e desconhecido passar perto da Terra ou até mesmo chocar-se pode parecer absurda, mas a ciência indica que temos com o que nos preocupar. Estamos falando de asteróides. Um asteroide (2003 QQ47) de pouco mais de um quilômetro de diâmetro estaria a caminho da Terra e poderia colidir com o planeta em 21 de março de 2014, segundo astrônomos da agência britânica responsável pelo monitoramento de objetos potencialmente perigosos para o planeta. Outro risco seria o asteróide VD17 2004 descoberto em 27 de novembro de 2004, que possui aproximadamente 500 metros de comprimento e um bilhão de toneladas. A Nasa declarou que o VD17 2004 poderia colidir com a Terra no início do próximo século, e com o impacto causaria a liberação de 10 mil megatons de energia (o equivalente à explosão de todas as armas nucleares existentes no planeta) causando a destruição em massa do planeta. O 2004 VD17 é o asteróide com as maiores chances de entrar em colisão com a Terra. As chances de uma colisão com a Terra, em 4 de maio de 2102, foram avaliadas na ocasião como uma possibilidade de uma em 3.000.Novas observações e cálculos complementares aumentaram o risco a "pouco menos de um por 1.000". Outro asteróide que põe medo nos cientistas é o chamado Apophis. Este asteróide tem grande possibilidade de entrar em rota de colisão com a Terra em 2036. Recentemente a Nasa disse que não tem condições de detectar e destruir asteróides. (http://www.porque2012.com/porque2012.html)

Os 10 gangues mais perigosos do mundo!

10º- Aryan Brotherhood (AB, The Brand)

A célebre Irmandade Ariana é um dos gangues mais perigosos nas prisões dos Estados Unidos, apesar de não serem em grande número, eles compensam com uma apetência especial para violência. Para que tenha uma ideia, eles representam cerca de 1% da população prisional de todos os Estados Unidos, mas são responsáveis por mais de 20% dos assassínios que ocorrem no interior das prisões. Para pertencer ao gangue é obrigatório que o membro tenha atacado outro recluso e claro, é preciso ser-se branco...e ligeiramente racista...

9º- Máfia Mexicana (La eMe)

A Máfia Mexicana é mais um gangue que começou nas prisões americanas. O gangue da Califórnia que foi criado nos anos 50, aparece muitas vezes associado à Irmandade Ariana. É especialmente famoso por actuar em parceria com outros gangues para eliminar membros rivais indesejados por todos. Um membro da Máfia Mexicana está proibido de de expor o gangue, não se pode envolver em actos homossexuais e não pode ser um cobarde...

8º-The Mungiki (Máfia Queniana)

Os Mungiki do Quénia são um gangue terrível que pode ser encontrado nas partes mais pobres do país, especialmente em Nairobi. O gangue foi formado nos anos 80 e desde o seu início tornou-se famoso pela sua extrema violência e por serem contra o cristianismo. Praticam os assassínios mais violentos imagináveis, recorrem frequentemente à mutilação e chegaram mesmo a matar membros das forças da autoridade do país. Os Mungiki controlam muitos bairros pobres nos quais aplicam a sua própria lei...

7º- Primeiro Comando da Capital (PCC)

O gangue brasileiro apesar de ser muito recente, formado em 1993 por oito prisioneiros, já se tornou muito conhecido especialmente pela capacidade que têm de organizar acções a partir do interior das prisões. Desde 2006 mais de 300 ataques contra estabelecimentos públicos, foram atribuídos ao PCC. É também um gangue relativamente bem organizado e os membros são obrigados a pagar uma mensalidade, o dinheiro é depois utilizado para compra de armas ou para qualquer outro tipo de actividade...

6º- Black Guerrilla Family (Black Family, Black Vanguard)

Um dos gangues mais antigos, fundado em 1966 por um homem chamado George Jackson na Califórnia. Um grupo de elementos de raça negra que visa defender a dignidade negra no interior das prisões, bem como realizar um golpe de estado. É um gangue com convicções políticas vincadas e grande opositor do Governo e instituições públicas. Possui cerca de 50 mil membros espalhados por todos os Estados Unidos, para entrar no gangue é necessário ser-se de raça negra e nomeado por um membro...

5º La Nuestra Familia

La Nuestra Familia é um gangue mexicano que foi criado no final dos anos 60 no norte na Califórnia. São inimigos da Máfia Mexicana e segundo alguns, foram criados precisamente para isso. Pretendem preservar a sua cultura e para que os membros sejam aceites, necessitam primeiro de passar por um género de recruta de dois anos. O grupo exige ainda que todos os seus membros coloquem o gangue à frente das suas próprias famílias, das drogas e do dinheiro, caso um elemento não cumpra estas regras, será severamente punido...

4º- Texas Syndicate (Texas 7)

O Texas Syndicate foi criado para que os prisioneiros do Texas se pudessem defender, especialmente porque eram alvo de gangues como a Mafia Mexicana ou a Irmandade Ariana. Todos os membros devem ser hispânicos e normalmente imigrantes, no caso de terem nascido e sido criados nos Estados Unidos, provavelmente não serão aceites. As suas principais actividades são o tráfico de droga, jogo, prostituição e assassínios contratados...

3º- Crips

Foram criados no final dos anos 60 por dois adolescentes de 16 anos. Originalmente ligado a outros gangues mais fortes, rapidamente cresceu e tornou-se num dos gangues mais poderosos dos Estados Unidos. O gangue possui cerca de 300 mil membros espalhados pelo país, dentro e fora da prisão. Vestem-se de azul e são inimigos mortais dos Bloods, outro grupo muito poderoso. Dizem alguns que existem muitas lutas internas e que para além de lutarem contra outros gangues, os Crips ainda lutam entre si...

2º- Bloodz

Os inimigos mortais dos Crips são um gangue de Los Angeles que veste de cor vermelha. Começou no principio dos anos 70 e foi crescendo com os anos, os membros deste gangue são conhecidos por serem destemidos e por recrutarem elementos com base na ameaça. Gostam também de colaborar com outros gangues para realizar trabalhos em conjunto, especialmente tráfico de droga.

1º- Mara Salvatrucha (MS-13)

Finalmente chegámos aos Mara Salvatrucha, o pior dos piores! O MS-13 é conhecido por ser o gangue mais letal que existe, começou na América Central, mas alastrou-se rapidamente para o resto do mundo com elementos nos Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Alemanha e Canadá. Fazem o que for preciso e não possuem quaisquer limites, tão rápido matam um rival como um dos seus próprios elementos. Ficaram famosos especialmente pelos seus crimes contra pessoas inocentes, na qual se destaca um massacre em que pegaram fogo a um autocarro com mulheres e crianças do qual resultaram 28 mortes de pessoas inocentes. Caso exista um exército do demónio, eles são sem dúvida os Mara Salvatrucha...

A anedota em que se transformou Portugal


A anedota em que se transformou o nosso País:

-Uma adolescente de 16 anos pode fazer livremente um aborto mas não pode pôr um piercing.

- Um jovem de 18 anos recebe 200 € do Estado para não trabalhar; um idoso recebe de reforma 236 € depois de toda uma vida do trabalho.

-Um marido oferece um anel à sua mulher e tem de declarar a doação ao fisco.

-O mesmo fisco penhora indevidamente o salário de um trabalhador e demora 3 anos a corrigir o erro.

-Nas zonas mais problemáticas das áreas urbanas existe 1 polícia para cada 2000 habitantes; o Governo diz que não precisa de mais polícias.

-Um professor é sovado por um aluno e o Governo diz que a culpa á das causas sociais.

- O café da esquina fechou porque não tinha WC para homens, mulheres e empregados. No Fórum Montijo o WC da Pizza Hut fica a 100mts e não tem local para lavar mãos.

- O governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo e depois multa quem coloca óleo vegetal nos carros porque não paga ISP (Imposto sobre produtos petrolíferos).

- Nas prisões é distribuído gratuitamente seringas por causa do HIV, mas é proibido consumir droga nas prisões!

- No exame final de 12º ano és apanhado a copiar chumbas o ano, o primeiro-ministro fez o exame de inglês técnico em casa e mandou por faxe e é engenheiro.

- Um jovem de 14 mata um adulto, não tem idade para ir a tribunal. Um jovem de 15 leva um chapada do pai, por ter roubado dinheiro para droga, é violência doméstica!

- Uma família a quem a casa ruiu e não tem dinheiro para comprar outra, o estado não tem dinheiro para fazer uma nova, tem de viver conforme podem. 6 presos que mataram e violaram idosos vivem numa sela de 4 e sem wc privado, não estão a viver condignamente e associação de direitos humanos faz queixa ao tribunal europeu.

- Militares que combateram em África a mando do governo da época na defesa de território nacional não lhes é reconhecido nenhuma causa nem direito de guerra, mas o primeiro-ministro elogia as tropas que estão em defesa da pátria no KOSOVO, AFEGANISTÃO E IRAQUE.

- Começas a descontar em Janeiro o IRS e só vais receber o excesso em Agosto do ano que vem, não pagas as finanças a tempo e horas passado um dia já estas a pagar juros.

- Fechas a janela da tua varanda e estas a fazer uma obra ilegal, constrói-se um bairro de lata e ninguém vê.

- Se o teu filho não tem cabeça para a escola e com 14 anos o pões a trabalhar contigo num oficio respeitável, é exploração do trabalho infantil, se és artista e o teu filho com 7 anos participa em gravações de telenovelas 8 horas por dia ou mais, a criança tem muito talento, sai ao pai ou à mãe!

-Numa farmácia pagas 0.50€ por uma seringa que se usa para dar um medicamento a uma criança. Se fosse drogado, não pagava nada!

Obrigado Portugal. Estamos orgulhosos.

Rabos grandes reduzem risco de diabetes!


Esta é uma boa notícia especialmente para as mulheres que têm problemas porque o seu rabo é grande demais. Segundo os últimos estudos - e porque existem sempre estudos - as pessoas que têm mais gordura nos rabos e nas ancas podem estar mais protegidas contra a diabetes de tipo 2. Os cientistas da Escola Médica de Harvard nos Estados Unidos, dizem que o tipo de gordura que se aloja nessas áreas podem oferecer alguma protecção contra a doença. Dizem que essa gordura melhora a sensibilidade da hormona da insulina. A insulina é responsável pela regulação do nível de açúcar no sangue e é por isto que mulheres com "GRANDES RABOS" têm menos probabilidades de ter diabetes....
Isto não quer dizer que o leitor(a) pode engordar à vontade! Até porque o estudo específica que se trata apenas de gordura naquelas áreas e não nas outras. Este estudo apenas ajuda a confirmar uma crença que nós homens temos à muito: "As mulheres com rabos grandes são necessárias para o mundo", bom na realidade não vem confirmar mas já é uma ajuda....
I like big butts and i can not lie, You other brothers can't deny...
ah pois é!!!

Igreja recomenda oração antes do sexo…


Foi recentemente notícia uma iniciativa da igreja católica que recomenda aos novos casais que façam uma pequena oração antes de praticarem o acto sexual...
Existem apenas duas razões que podem levar um homem a rezar antes do acto sexual, ou é para agradecer a Deus a mulher fantástica que tem à sua frente e como é óbvio ela deve ser fisicamente extraordinária; ou então para pedir alguma ajuda no caso de já sermos idosos, para que a "ferramenta" funcione em condições. Em qualquer outro caso é desnecessário...
Mas aparentemente a “reza” ou “oração”, ou qualquer que seja o seu nome, foi criada especialmente para este caso e aparece na página 64 de um livro de orações para casais. Sim, aparentemente existe um "livro de orações" criado especialmente para casais, publicado pela Sociedade Católica Da Verdade…que é portanto.....uma sociedade.....da verdade.....católica.......não faço ideia...
Ora meus amigos eu de religião percebo muito pouco, nunca meti os pés numa igreja e não era capaz de pertencer a uma religião que tem tanto sangue nas mãos, mas enfim, cada um faz aquilo que quer e bem entende, mesmo que isso seja uma idiotice pegada…
Depois de tudo isto não posso deixar de esboçar um sorriso quando imagino alguém a rezar antes de ter relações sexuais. Mas da forma como o mundo anda, não me espanto nada se isto virar uma moda…
Mas como diz o nosso bom amigo Diácono Remédios: Temosss de rezar isisis antissss do sexo isisisi, por issso meusss amigosss toca a rezar isi isi

As demissões na TVI


A suspensão dessa pérola do jornalismo português, o Jornal Nacional de Sexta-feita levou à demissão em bloco da Direcção de Informação da TVI. Uns dizem que foram influências políticas, mas nós por cá perguntamos: “Quem é que se importa com essa merda?”…
Quem e repito mais uma vez, quem é que está preocupado com a suspensão do Jornal Nacional que era apresentado à sexta-feira por Manuela Moura Guedes. Quanto mais não seja foi feito um favor à sociedade que nos livrou do péssimo jornalismo que vinha a ser praticado e que só manchava o bom nome da TVI…
Dizem que foram influências políticas, que de certa forma Sócrates e o “seu grupo de malfeitores” decidiram acabar com o Jornal Nacional. Meus amigos, nós por cá não somos hipócritas, tal como Marinho Pinto disse e muito bem na cara de Manuela Moura Guedes e com a frontalidade que lhe é característica: “…e quem a põe aqui devia ter vergonha…”. E de facto não era demasiado óbvio que o Jornal Nacional de sexta-feira acabaria por ser suspenso?
Não há volta a dar, o Jornal Nacional era péssimo, só completos idiotas colocam uma apresentadora para quem a palavra “imparcialidade” deve ter um significado diferente do resto do mundo. Este ataque ao Governo é completamente despropositado, porque da terra onde eu venho, desculpem-me a expressão, não se defende merda…
É verdade que Sócrates ficou incomodado, tal como já estava qualquer outra pessoa que via sistematicamente a apresentadora e jornalista de renome a “assassinar” aquilo que conhecemos por jornalismo, como qualquer pessoa ficaria ao ver peças que eram um atentado ao bom jornalismo. Mas um telejornal é uma novela ou um programa de informação?
Despediram-se em bloco e depois? É muito bom que o façam, pois foram estas mesmas pessoas “brilhantes” que decidiram colocar na frente do telejornal uma apresentadora que falhou claramente na sua função. Custa admitir um falhanço? Quer dizer, que eu saiba um programa de informação não se chama "Dementia"...mas da forma como as coisas andavam não tarda nada não tínhamos leitores...
O Jornal Nacional de sexta-feira foi suspenso porque era uma amostra de telejornal, uma vergonha para o país, uma vergonha para quem pratica jornalismo em Portugal. É certo que dava audiências, mas nem elas conseguem ofuscar um trabalho tão péssimo...
O Governo não teve influência nesta decisão, isso é demasiado claro, pois até o “Chico Da Esquina” que trabalha nos campos e tem pouca instrução, se fosse dono da TVI chegava a uma altura e dizia: “Olha mas que merda esta! Então estes gajos não sabem dar as noticias como deve de ser! Tenho que meter esta corja toda na rua…..daassss!” que é como quem diz, eles demitiram-se mas deviam era ter sido demitidos…
Mas a sério, o Jornal Nacional foi suspenso e a Direcção de Informação da TVI demitiu-se em bloco: “MAS QUEM É QUE SE IMPORTA COM ESSA MERDA?” e já agora, quem diz que não compreende a suspensão só pode ser um idiota que não sabe o significado da palavra "jornalismo".

Andar alcoolizado no trabalho é bom!


Os consumidores de álcool fazem mais dinheiro nos Estados Unidos dos que os que não bebem no trabalho, segundo um estudo americano hoje publicado que mostra que o consumo de álcool permite acumular "capital social".
O estudo, publicado no Journal of Labor Research, conclui que os consumidores de álcool ganham de mais 10 por cento, para os homens, a até mais 14 por cento, para as mulheres, do que as pessoas que nunca bebem álcool.
"As pessoas que bebem em sociedade constroem redes, relações e acumulam contactos. Traduz-se por salários mais elevados", segundo Edward Stringham, um professor de economia, co-autor do estudo. Os autores admitem que estas conclusões contrariam um estudo da Universidade de Harvard.
"Baseamos as nossas hipóteses sobre observações e sobre o exame dos níveis de cultura geral", precisaram.
A explicação a mais provável, segundo eles, é que os consumidores de álcool alimentam uma rede de contactos mais amplo que lhe permite ter mais oportunidades profissionais.
"O consumo de álcool permite provavelmente aos indivíduos desenvolverem qualidades humanos, profissionais e sociais", dizem.
Estas conclusões servem-lhes de argumentos contra as políticas que visam a reduzir o consumo de álcool em público, nos campus universitários nomeadamente.
" A política anti-álcool tem com efeito perverso de confinar o consumo num quadro privado. Verificou-se durante a Proibição, entre 1020 e 1933, e volta a verificar-se hoje nos campus. Ao impedir que as pessoas bebam em público, as políticas de luta contra o álcool suprimem um efeito importante: o aumento do capital social".
Os E.U.A. são mesmo um país à parte...
Vamos todos andar bêbados no trabalho. Viva a bubadeira... Viva o álcool..

Putas e vinho verde


Adoro esta expressão, (e estas mamas...), mas infelizmente agora só o vinho é "made in Portugal".
As putas agora são importadas, ou são loiras de leste (como o vento), ou brasileiras (como a carne de vaca).
Tanto umas como as outras, se apanharem umas que saibam foder, vocês vão sair de la satisfeitos (sem contar com o dinheiro que foderam...)
Bom para a malta de Lisboa fica aqui uma pequena avaliação de uns quantos locais...
Fui visitar e experimentar as putas de Lisboa para poder contar tudo com
avaliação hands-on preços!

Elefante Branco
Lisboa
Rua Luciano Cordeiro - transversal da Conde Redondo, do lado da Ferreira à Lapa.

Sexo puro e duro. As melhores putas de Lisboa. São autênticas beldades. Entrar
nem sempre é fácil. Se se tiver um carro a partir do BMW 320, o melhor é parar
em frente e dar a chave ao porteiro, entra-se logo. Contar 150 para a coboiada
mais pensão (ou casa se a menina não se importar). Há uma pensão em frente ao
Elefante (a dos brasileiros), o quarto custa 25. Mas o melhor é levá-la a um
Hotel decente; se a coisa correr bem ela dá-te um tempo complementar!

Gallery
Lisboa
Av. Duque de Loulé.

Sexo. Rivaliza com o Elefante. É praticamente do mesmo género. Aparecem gajas de
quase todas as nacionalidades. Entrar é mais complicado, a não ser que sejamos
conhecidos do porteiro.

Night & Day
Lisboa
Av. Duque de Loulé (a seguir ao gallery).

Sexo. De um nível inferior ao EB e ao G, mais baratinho (por 75 ou 100 já se dá
uma foda). Somos no entanto capazes de achar meninas mesmo muito giras noutros
lados... Entrada bem mais fácil.

Hipopótamo
Lisboa
António Augusto de Aguiar (perto do cruzamento com a Fontes Pereira de Melo).

Sexo. Dos mesmos donos do Elefante, mas de comum só têm esse aspecto. Gajas que
dificilmente nos vão fazer vir; há gordas, há feias e uma ou outra mais ou menos
que 3 ou 4 whiskies não disfarcem. A única vantagem é de conseguir negociar
preços mais vantajosos...

O Avião
Lisboa
Segunda Circular - saída Aeroporto chegadas, na direcção Sul-norte.

Strip e aplapão que até ferve! Algumas gajas – alguma Portuguesas - são mesmo
muito boas. Ambiente intimo e com a dose certa de decadência. Privados muito
bons, as mãos agradecem, a lingua tambem, e se tivermos sorte, mesmo com as
calças vestidas, recebemos algumas surpresas softcore.

Passerelle Lisboa
Campo Pequeno (Av. Oscar Monteiro Torres, paralela à Av. João XXI).

Strip. Não é preciso descrever porque já se está mesmo a ver; Gajas Boas a
escorrer em varões. Bom Ambiente. Não se pode tocar nem num cabelo; desatinam e
vão-se embora. O dinheiro que se gasta poderia ser muito melhor aplicado no
Elefante, gallery ou Night & Day! Ah pois é!

Champagne
Lisboa
Cais da Rocha de Conde de Óbidos, Junto ao Art-Z e ao lado do Speakeasy.

Strip. Igual á descrição do Passerelle de Lisboa só que não tem privados e as
gajas ainda têm mais a mania que são pudicas...

Nina
Lisboa
Chiado. Em frente à Hagen Dasz.

Strip. Casa antiga e de má fama! Gajas Matulonas e Boas. Bons table dances. Os
privados éque são caros (45) e não valem nada.

As mãos têm de ficar quietas mas ainda aguentam uma ou outra apalpadela.

Elegance Strip Club
Lisboa
Conde Redondo (ao lado da Optivisão).

Strip. Gajas Boas. Bons tables e privados, mas nada de excepcional e tambem aqui
nada de mãos.

Cotton Club
Lisboa
Nas traseiras do CC Roma.

Strip. Caro mas algumas mulas são mesmo muito boas! Privados caros (40) mas é um
sítio onde vale a pena investir; os clientes habituais volta e meia safam-se cá
fora mas elas facturam bem.

Black Tie
Lisboa
Nas caves do Cinema Mundial.

Sexo. Começa a partir das 3-4 da manhã. É para onde vão as putas do EB, G e N&D,
que tiveram uma noite fraca.

O porteiro costuma pedir 25 para entrar. Não paga o copo, mas enfim. Para quem
gosta de restos ou que tem mesmo de esvaziá-los nessa noite...

Sky Lab (antigo 69)
Lisboa
Rua da Artilha 1, ao lado do Restaurante La Trattoria.

Strip. Ao que consta não é mau. Quando fomos lá estava vazio e fomo-nos logo
embora, facto que não agradou ao porteiro... Mas havemos de lá voltar!

Pimms
Lisboa.
Sexo e Bicos imediatos.

Compra-se uma garrafa de champagne e tem-se logo direito a um broche no local
onde estamos sentados! É próquéqueé ó não é?!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Espectáculo da Ruth Marlene

Pois é meus tasqueiros, ontem fui ver um espectáculo da Ruth Marlene, e olhem o cartaz que eu levei.

Acho que ficou giro. Não acham??

Só 9,90€??


É lá, dar uma queca por 9,90€ e ainda por cima tb levas o soutien, não é para qualquer loja. loool

Só para pessoas espertas


Então conseguiste ler??

Aviso no WC

Bom visto que já ando a ficar fartinho que me mijem a tampa da sanita da tasca, fica aqui este aviso

A Gerência agradece.

Liliana Queiróz na Playboy


Antes de iniciar funções como directora da ‘Playboy’, Liliana Queiroz despiu-se para a capa da edição de Setembro da revista masculina. A modelo, de 24 anos, – que foi a primeira portuguesa a vencer o título de Miss Playboy TV, em 2005 – decidiu surpreender com uma produção arrojada, onde se mostrou sem preconceitos em relação ao corpo.
Até porque tanta exposição já não é uma novidade para Liliana, que no início de 2009 chegou mesmo a ter um programa erótico na SIC. A modelo assegura que gosta de mostrar as curvas e adianta que, se todas as mulheres o fizessem, iriam sentir-se bem mais sensuais. 'Se uma mulher for convidada para posar nua fica com o ego cheio. Sente-se bonita e com um corpo espectacular', conta Liliana Queiroz, que se assume fã incondicional de José Mourinho.
A nova patroa da ‘Playboy’ exibiu a boa forma física nas páginas da revista dias antes de assumir o cargo de responsável pela publicação, mas diz que nem sempre se sente tão sensual como quando se despe de preconceitos. Aliás, no dia-a-dia, Liliana revela ser uma rapariga normal, que até passa despercebida aos olhares masculinos.
'A maioria das pessoas pensa que sou espampanante e que vou aparecer com uma brutal minis-saia, sapatão alto e grande decote, mas essa não é a verdadeira Liliana', conta, garantindo que a imagem exuberante que os portugueses têm de si a tornou numa mulher muito mais insegura.
'Tudo isso me tornou mais insegura e até já me achei mais bonita do que hoje em dia', desabafou.
Embora a modelo não tenha sido novidade para ninguém, talvez este tenha sido o melhor ensaio da revista até à data. Ou pelo menos aquele que mostra mais do que toda a gente quer ver.

Clicar aqui para as fotos

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Suspeitos de terrorismo à solta


Dois homens considerados perigosos fugiram da unidade Habitacional de Santo António dia 19 e ainda ninguém sabe do seu paradeiro. Um deles, Rachid Bem Idris já foi expulso de Espanha várias vezes. A polícia passa a pente fino o País.
Era noite alta de 19 para 20 de Julho quando dois imigrantes ilegais fugiram ao controlo das autoridades portuguesas, evadindo-se da Unidade Habitacional de Santo António, Porto. Estão à solta desde esse dia e as autoridades portuguesas lançaram já um alerta internacional à procura de Rachin Bem Idris e Yassine El Amarani, os foragidos que estão ainda a monte. A polícia, logo nas primeiras horas de dia 20 lançou um alerta internacional, porque considera perigosos estes dois homens. A segurança nacional está a fazer tudo para os capturar, mas aparentemente sem sucesso. Rachin é, aliás, bem conhecido das autoridades Europeias. De nacionalidade marroquina, este homem de origem árabe já foi diversas vezes expulso de Espanha, por questões de segurança nacional. Acabou detido em Portugal quando passeava sem controlo no nosso País, depois de pronta intervenção da Polícia. Este criminoso, suspeito de vários crimes e possível ligação a redes internacionais de tráfico de pessoas, órgãos e terrorismo, conseguiu uma vez mais iludir as autoridades.
A caça ao homem está a desenvolver-se por toda a Europa, embora as autoridades acreditem que os dois homens possam estar ainda em Portugal. Segundo informações, as autoridades espanholas foram imediatamente avisadas, logo no dia 21. As fronteiras de Portugal com Espanha, principalmente a de Vilar Formoso, está em alerta e guarda as fotografias bem como todos os dados necessários à captura dos foragidos, mas sem sucesso.
Também às polícias francesa e belga foi distribuída a informação de Bem Idris e El Amarani. O primeiro pode querer fugir para Bruxelas, onde se poderá integrar na grande comunidade marroquina que tem meios de iludir as polícias e re-legalizar os imigrantes, com documentação falsa. Mas há poucas probabilidades de que os dois homens tenham conseguido chegar tão longe em tão pouco tempo, especialmente com as autoridades portuguesas e espanholas em cima do caso. É que Bem Idris está impedido de voltar a Espanha.
Estes dois homens não escaparam juntos por acaso, nem sequer travaram conhecimento na Unidade Habitacional de Santo António. A sua história começou há anos e trabalham organizados. Ambos estão identificados como tendo a última morada conhecida em Marrocos, na zona de Salé. As autoridades sabem mais: ambos moravam na mesma rua, embora em números aparentemente diferentes.
A Unidade Habitacional de Santo António está ainda a proceder a investigações sobre a fuga. O espaço, uma moderna vivenda na Rua Barão Forrester, é gerida pelo Estado mas conta com duas organizações não-governamentais para ajudar à coordenação da casa: o Serviço Jesuitas aos Refugiados e a Organização Internacional para as Migrações.
É nesta casa que se concentram imigrantes que têm ordem de expulsão e que se encontram detidos, à espera da saída do País.
Portugal tem sido, nos últimos anos, uma das principais portas de entrada de cidadãos estrangeiros ilegais na Europa. Ponto de passagem, é nas cidades de Lisboa e do Porto que se concentram algumas organizações do submundo que estão dedicadas ao tráfico de pessoas e de órgãos humanos.
A Polícia e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras não têm tido mãos a medir, uma vez que a nova lei da Imigração permite que um cidadão estrangeiro chegue ao País e nele possa permanecer pelo menos 30 dias, sem que os papéis estejam todos em ordem. As áreas de maior intervenção da polícia têm sido a zona do Martim Moniz, em Lisboa, e da Costa da Caparica, na Margem Sul do Tejo.
Embora as redes terroristas não considerem Portugal um alvo, uma vez que qualquer acção local teria pouco impacto a nível internacional, não se eximem, segundo as autoridades, de fazer passar vários operacionais pelo nosso território. Outra das preocupações do Estado tem sido a vigilância da costa portuguesa, extensa demais para os meios disponíveis, o que permite que embarcações cruzem as águas portuguesas carregados de pessoas e bens ilícitos para distribuição em toda a Europa.
Outra grave preocupação é a integração de uma comunidade vinda da América do Sul, principalmente do Brasil. As autoridades sabem, por exemplo, que existe um pequeno grupo de crime urbano organizado, que se intitula “primeiro comando da capital”, à semelhança do que acontece no Rio de Janeiro, a operar na margem Sul do Tejo. Está assinalada dezena e meia de pessoas, mas sabe-se que este grupo mantém actividades regulares de recrutamento junto da comunidade brasileira.

Operacionais terroristas usam Portugal como plataforma


BURACO LEGISLATIVO É CONVITE A ILEGAIS
Basta um número de telefone português e um passaporte comprado no mercado negro, por mil euros, para que qualquer terrorista passe 30 dias no País, ao abrigo da lei. A Polícia diz que Portugal é “um paraíso para criminosos” e confessa-se de mãos atadas.
As redes de crime organizado estão a usar um buraco na lei 23/2007 para fazerem girar em Portugal os seus operacionais. A legislação permite a qualquer imigrante ilegal passar 30 dias em Portugal sem qualquer papel mas, ao abrigo do período de regularização, nem as polícias nem o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras podem deter estes homens e mulheres, que abusam da boa vontade do legislador.
José Manuel Anes, director do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, alerta: “A lei é feita para pessoas bem intencionadas, mas existe, neste momento, um problema grave. A simplificação do processo foi aproveitada por pessoas ligadas ao crime organizado, ao tráfico de pessoas e de bens”. Estão à solta em Portugal, sem que a polícia lhes deite a mão. “Há em portugal, neste momento, redes de todo o tipo. Entre elas, pessoas que vêm do Paquistão ou do Bangladesh e estão ligados a redes terroristas. Nem todos os paquistaneses ou cidadãos do Bangladesh são terroristas, alerto para isto. Mas alguns que passam por aqui, estão ligados a organizações muito sensíveis”, denúncia o especialista.
Paulo Rodrigues, presidente da Associação Sócio-profissional da Polícia de Segurança Pública, vai mais longe: “A PSP, por vezes, nem sabe o que há-de fazer com estas pessoas que estão no limbo. Ás vezes sabemos que está ali um criminoso e, se à partida temos essa ideia, a lei trava-nos e os prevaricadores sabem bem que estão a coberto dessas disposições”, diz o líder associativo dos polícias.
O drama agravou-se nos últimos meses, segundo alerta uma fonte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Tudo começa numa página da Internet, patrocinada pelo SEF, e que permite a qualquer cidadão de um país estrangeiro pedir para regularizar a sua situação perante o Estado Português. A inscrição no site, que é considerada oficial e legal, é feita ao abrigo da nova lei de Imigração e facilita a relação do Estado Português com os estrangeiros que decidam viver em Portugal. Acontece que, ao abrigo dessa lei - e da forma simplificada com que o processo é tratado pela via digital -, têm invadido as fronteiras portuguesas algumas pessoas cujo principal interesse não é serem acolhidas legalmente, mas apenas conseguirem a entrada no País e fazerem dele plataforma de actividade criminais.
O processo de legalização online tem três passos fundamentais e várias redes especializadas em imigração ilegal perceberam rapidamente os buracos da lei. A maior dor de cabeça, agora que o novo sistema está em vigor, tem recaído exactamente nos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), a braços com uma malha enorme nos procedimentos, aberta pela urgência de colocar na Internet todos os processos burocráticos que antes eram tratados em embaixadas ou consulados.
O primeiro passo é aceder à página de Internet do SEF e escolher os menus que permitem pedir a regularização de estada de um qualquer cidadão no espaço nacional. Ali, há que colocar a chamada “manifestação de interesse”, um pequeno texto onde o estrangeiro deve justificar o seu interesse em vir para Portugal e apresentar também quem o quer contratar para trabalhar em Portugal. Depois, terá que fornecer um telefone português. Aqui entram em acção as redes de imigração ilegal, prontas para dar uma ajudinha a quem queira entrar nas nossas fronteiras. Um operacional dos serviços secretos nacionais conta como se procede a seguir: “Os telefones que essas pessoas dão são, normalmente, contactos fixos que nos levam sempre à zona do Martim Moniz, em Lisboa. É aí, e à volta, que estão localizados os grupos facilitadores”.
Nuno Magalhães, antigo secretário de Estado do XV Governo, que votou contra esta lei já na actual legislatura, esclarece: “Portugal arranjou uma maneira de legalizar pessoas que vai contra tudo o que se faz na Europa. Aqui, basta que alguém escreva numa folha A4 que tem intenção de contratar uma pessoa para que o SEF tome essa declaração como boa para passar um visto de trabalho. Nós, CDS, avisámos para que as consequências iam ser terríveis e está à vista o resultado”.
A zona do Martim Moniz, entre a Praça da Figueira e a Rua da Palma, e ainda encostada ao bairro histórico da Mouraria, em plena Baixa de Lisboa, é paragem habitual de cidadãos africanos, do médio oriente ou asiáticos. Ali têm as suas lojas, as pequenas empresas, armazenistas de comida oriental, clínicas de medicina alternativa. Ali, também, se escondem algumas casas de facilitação de imigração ilegal, bem identificadas quer pelos serviços de informação, quer pelas polícias.
Quando o estrangeiro dá um número de telefone, do lado de cá estará alguém pronto a responder como amigo ou familiar do interessado. É também ali que estão as empresas, na maior parte fictícias, que ajudam os imigrantes a obter cartas de “manifestação de interesse”. A partir do momento em que o candidato é contactado, é estabelecido um prazo para que se apresente às autoridades portuguesas, já em território nacional.
Aqui, o imigrante, ainda ilegal, tem duas possibilidades. Ou está no Espaço Schengen, e pode viajar livremente para o nosso País; ou terá que recorrer a um passaporte e vinhetas de visto, ambos falsos ou adulterados. Mas nem isto é difícil de obter. “A maior parte dos passaportes falsificados, ou adulterados, provêm do Brasil e do Senegal”, conta outro operacional dos serviços de informação. “Um passaporte dos novos é muito difícil de falsificar, por isso as pessoas que chegam, trazem um adulterado. Cada um pode custar mil euros, no mercado negro africano ou sul-americano”. Mil euros, para estes mercados, é uma pequena fortuna.
Outro dos trâmites que é necessário cumprir, caso não tenha passaporte, é a colocação de vinhetas de visto. Aqui, outra vez os mercados brasileiro e senegalês funcionam bem, uma vez que a falsificação das vinhetas não é tão complexa como a de um passaporte.
Chegado à fronteira, o ilegal tem agora de conseguir fugir às autoridades mais especializadas. Uma simples barreira policial de trânsito não detectará, em princípio, os documentos adulterados, o que já não acontece se o indivíduo se deparar com uma brigada do SEF. Por isso, a via terrestre é a preferida pela maioria dos que tentam entrar em Portugal.
Já cá dentro, basta agora cumprir a apresentação no local marcado pelo SEF, no dia e hora combinados. E aqui, a lei é benevolente com o ilegal. A lei, aliás, parte do bom princípio de que quem se apresenta está de boa fé. Só que é essa boa fé que qualquer meliante toma para contornar dificuldades.
A entrevista, em que os documentos são revistos, levantará sempre problemas. Mas, segundo a legislação, qualquer candidato tem 30 dias para voltar aos serviços e re-apresentar toda a papelada. O papel que mais falta, e que é pedido por lei, é a inscrição na Segurança Social.
Prossegue Nuno Magalhães, antigo titular da pasta da emigração: “Quando o Governo do PS negou a hipótese de fazer um processo extraordinário de legalização e inventou esta lei, abriu-se uma espécie de território de ninguém, que é bem recebido pelo crime organizado. O pior é que alguns dos ilegais que procuram regularizar-se estão a fazê-lo a mando de bandos profissionalizados, vítimas de exploração. Esta lei é absurda, mas compreende-se que o processo extraordinário para legalizar imigrantes tenha sido deixado na gaveta. Sabe-se hoje que, por cada 10 mil legalizados, há 30 mil que esperam em bolsas rotativas, espalhados pela Europa, que aproveitam logo a oportunidade para pedir papéis”.
O agora deputado alerta: “Falamos de organizações muito informadas e estruturadas que se aperceberam de que a lei portuguesa é peculiar e têm aproveitado bem a situação. Para mais, a situação geográfica portuguesa permite que o País se transforme em porta de entrada e placa giratória para criminosos. O que se provocou foi um país com normas dúbias e laxista no controlo de entradas. O efeito é este: estabelecimento de grupos organizados”.
Para Paulo Rodrigues, dirigente da ASPP, “o limbo legislativo, aqueles 30 dias em que os imigrantes nem são legais nem ilegais, dificulta o trabalho a todos os níveis: aqueles que estão por mal utilizam esse período para o que quiserem. É um paraíso para os criminosos”, protesta. Rodrigues relata ainda a dificuldade em lidar com situações surgidas nestes períodos: “As polícias têm sido confrontadas com problemas muito difíceis, porque alguns imigrantes conseguem entrar em Portugal e depois sair daqui para outros países da Europa. Colegas franceses diziam-me há dias que os brasileiros que estão em França, na sua maioria, conseguiram entrar na Europa via Portugal, e já têm todos papéis legais, apesar de não terem trabalho ou morada certa”.
A PSP já fez dezenas de rusgas a zonas identificadas como cerne da imigração ilegal, como a Baixa lisboeta, a Charneca de Caparica e Setúbal. Em todas as operações, cerca de 90 por cento das pessoas identificadas estão em situação ilegal. Mas aqueles que estão no “limbo” passam pelas largas malhas da Justiça. Conclui Paulo Rodrigues: “A PSP, nessas operações, alerta o SEF. O SEF, depois, não sabe o que fazer, porque a lei permite a estada dessas pessoas sem papéis... Há ainda muitos advogados que defendem os seus clientes, fazem o seu papel, mas às vezes complicam os procedimentos. Esta legislação dá, claramente, para ser torneada de maneira fácil”.
José Manuel Anes, do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, sintentiza o que é necessário fazer: “Tem de haver uma excelente colaboração entre todas as polícias, nacionais e estrangeiras, e a informação deve circular com rapidez”. Internamente, o especialista em terrorismo e criminalidade alerta para que todos os serviços, do SIS ao SIED, passando pelo SEF e pelas polícias, devem ter “uma excelente ligação”, sob pena de as redes criminosas continuarem a passear pelo território nacional.
Allah Akbar

O grande retrato da pobreza em Portugal


Seis milhões de portugueses vivem abaixo do que a Europa considera o limiar de pobreza. Um terço não tem dinheiro para aquecer a casa. A esmagadora maioria ganha menos de mil euros por mês. As previsões são assustadoras: até 2017, Portugal vai marcar passo e perder ainda mais poder de compra.
Comparados com a maioria dos seus compatriotas da Zona Euro, seis milhões de portugueses vivem abaixo do limiar de pobreza. E as perspectivas de futuro são negras: Portugal é, de todos os membros da União Europeia, o país em que os salários aumentarão menos nos próximos 18 anos. As empresas e o Estado pagam mal e os produtos são caros, deixando as famílias sem dinheiro no bolso.
Num estudo realizado este ano pela associação TESE e pelo ISCTE e concluído em Junho passado, descobre-se que apenas 57,3 por cento dos portugueses têm trabalho. E que, destes, apenas 16,5 por cento ganham acima dos 1500 euros. Ou, se transformarmos estes números em pessoas, há nove milhões e vinte mil portugueses que ganham menos do que os antigos 300 contos. E meio milhão de desempregados.
O estudo do ISCTE, intitulado “Necessidades em Portugal”, revela mais: um terço dos portugueses não tem dinheiro para manter a sua casa aquecida durante os meses de frio e perto de seis milhões de pessoas não saem de casa nas férias, porque não têm dinheiro para isso. Metade da população, perto de cinco milhões de pessoas, vai trabalhar doente, porque o dinheiro da baixa não lhes dá para a despesa. Mais de um milhão de pessoas não tem dinheiro para comprar os medicamentos que os médicos receitam. E seis milhões de cidadãos “deixam de fazer coisas por falta de dinheiro”, entre elas a satisfação de necessidades básicas do dia-a-dia.
Comparados com os países europeus que usam o euro como moeda, os portugueses estão abaixo de todos os seus vizinhos: espanhóis, irlandeses, belgas, italianos, alemães e cipriotas, todos têm melhores salários e mais dinheiro no bolso. O salário médio em Portugal, segundo dados recentes do Governo, é de 840 euros. Em Espanha, considera-se pobre uma pessoa que receba abaixo dos 1.135 euros. Em Chipre, esse valor é de 1399 euros. Na Irlanda, o país que serviu tantas vezes de comparação com Portugal para os governantes desde Cavaco Silva, é pobre quem ganhe abaixo dos 1.817 euros por mês.

Pior que a Eslováquia
O número é mais preocupante no quadro do rendimento disponível de cada português e da taxa de esforço que é exigido ao cidadão para comprar os produtos essenciais. Por exemplo, um litro de leite em Portugal custa o mesmo do que na maioria dos países europeus. E, como o dinheiro disponível é menos no nosso país, os portugueses pagam mais pelos bens essenciais, se comparados com espanhóis, malteses ou irlandeses.
Em Portugal, o valor da pobreza está estimado abaixo dos 504 euros – isto é, menos de sessenta por cento do ordenado médio, mais ajudas sociais, segundo a regra estabelecida pela Comissão Europeia em 2004. O ordenado mínimo em Portugal é de 450 euros, já abaixo do chamado limiar de pobreza.
O Instituto Nacional de Estatistica (INE) indica outros números, ainda mais modestos quanto a rendimentos mas mais sorridentes quanto ao número de pobres que o País terá. O último estudo anual, também datado de Junho, estabelece que um rendimento pobre em Portugal é aquele que caia abaixo de 408 euros por mês. O ordenado médio teria de ser, neste caso, 571 euros – mas não é, segundo os números do próprio INE. O que está errado? Apenas isto: o Instituto faz as contas pela “mediana”, seguindo as regras dos estatísticos burocratas da União Europeia. E a “mediana” é, segundo o dicionário de português da Texto Editora, o “termo que, numa série estabelecida por ordem de grandeza, ocupa a posição central”. Isto é, considera a Estatística que, para calcular a pobreza, o importante é saber quanto, em média, a maioria recebe. Não quanto, em média, todos recebem.
Seja pelos dados do INE, seja pelos dados fornecidos no estudo “Necessidades em Portugal”, conclui-se que, com 408 euros de limiar de pobreza, Portugal está abaixo de todos os países da zona euro. Somos o último do pelotão. E o penúltimo, a Eslováquia, tem o valor estabelecido em 447 euros, mais 39 euros por mês.

Compras caras
O ordenado médio, em Portugal, como vimos, é (oficialmente…) de 840 euros. O estudo do ISCTE revela que 59 por cento dos portugueses vivem com menos de 900 euros por mês. Tomemos então o valor médio dos dois números, 870 euros, para encontrar o rendimento da esmagadora maioria dos portugueses. Daqui, partamos para a análise simples do custo de vida real.
Tomemos o exemplo de três países: Portugal, França e Irlanda. França é uma referência para a média europeia. A Irlanda, como se disse, foi o modelo político do PS e do PSD durante 20 anos, atirado em campanhas eleitorais como exemplo para a nossa economia.
Um estudo publicado pela Numbeo compara o poder de compra destes três países, tomando em conta, como referência, a cidade de Nova Iorque. Assim, estima-se que o valor 100 indica o poder de compra daquela cidade norte-americana: o dinheiro disponível para cada cidadão, a partir do ordenado médio.
Quem vive em França gasta mais 65 por cento do seu ordenado para comprar o que um novaiorquino compra. Na Irlanda, o valor é de 61 pontos, o que implica que o irlandês gasta mais 39 por cento para comprar a mesma coisa que um americano. Em Portugal, no entanto, o valor é de 27 pontos. Donde resulta que qualquer cidadão português gasta mais 73 por cento do que o cidadão estado-unidense. Numa conclusão simples: os portugueses fazem um esforço em mais de 73 por cento que os americanos de Nova Iorque, oito por cento mais pobres que os franceses e 34 por cento mais pobres que os irlandeses.
Alarmante é que o Índice de Preços de Consumo em Portugal seja muito semelhante ao da cidade norte americana. Façamos nova comparação. Se o custo das coisas em Nova Iorque é 100, em Lisboa ou no Porto é de 99,87 por cento desses 100, segundo dados da ONU. A diferença é que o salário médio da cidade norte americana é de 3.234 euros (em Portugal, como vimos, fica-se pelos 870 euros). Resultado: os americanos ganham 3,7 vezes mais do que os portugueses, mas gastam o mesmo – excluindo habitação.
Na habitação, o cenário não é melhor. Uma casa no centro de Lisboa, com duas assoalhadas, custa uma renda média de 450 euros. Em Madrid, Espanha, custa 700 euros. Mas como o ordenado médio em Espanha é de 1.893 euros, ganhando os espanhóis 2,1 vezes mais do que os portugueses, em Portugal o custo real das casas implica o dobro do esforço financeiro dos cidadãos lusitanos.

Cenário negro
As estimativas da OCDE para Portugal, no período de 2011 a 2017, dizem que o país vai crescer apenas 1,5 por cento em média. É o valor mais baixo de todos os países que compõem esta organização europeia dedicada à observação do crescimento socioeconómico. A média europeia será, no mesmo período, de 2,3 por cento.
Nigel Palin, o economista que, na OCDE, trata de olhar e analisar o nosso país, é arrasador para as políticas económicas e sociais do actual Governo. “Há necessidade de reformas estruturais para alterar a situação. Portugal tem de apostar na qualificação da população, melhorar o nível de inovação e investigação, diminuir os custos administrativos e aumentar a concorrência nas indústrias de rede, como as telecomunicações e a electricidade”. Tudo o que Palin afirma vai ao arrepio do discurso de José Sócrates.
“A acção do Governo é mais apreciada no estrangeiro do que aqui”, disse o primeiro-ministro na passada semana. No “estrangeiro”, contudo, a OCDE alerta para que o Produto Interno Bruto em Portugal irá crescer, em média, apenas 0,7 por cento até 2017, muito longe da média mundial e muito abaixo da média europeia.
O “estrangeiro” indica também que Portugal é o país da Zona Euro que tem 18 por cento de pobres absolutos no país, segundo dados da União Europeia. O estudo diz que Espanha, Itália e Grécia têm mais pobres em valores relativos, mas os pobres em Espanha ganham em média 1.135 euros, em Itália 1.092 euros e na Grécia 648 euros – contra os 408 euros nacionais.
Todo este cenário, no entanto, parece não se reflectir ainda na felicidade e no sentimento de privação subjectiva dos cidadãos. O estudo TESE/ISCTE indica que os portugueses, apesar de todos os indicadores de penúria, estão felizes. E adianta: “A satisfação pode estar relacionada com a felicidade, mas é comum o grau de felicidade ser superior ao grau de satisfação, demonstrando potencialmente um desfasamento maior entre condições objectivas de vida e percepção do bem-estar, como se pode observar na amostra, cujos valores de satisfação com a vida em geral são de 6,6 e 7,3 de felicidade (numa escala de 1 a 10)”.
Vivam as reformas milionárias....

Suspeita de terrorismo: Estádio do Dragão era o alvo


Dois palestinianos e dois marroquinos foram apanhados num carro roubado em Lisboa à porta do estádio do FC Porto. Autoridades temem ligação terrorista e rede de escravatura.
No início de Julho deste ano, a Polícia de Segurança Pública que fazia o giro habitual junto ao Estádio do Dragão, no Porto, surpreendeu quatro indivíduos de origem árabe a rondar as instalações do edifício, numa viatura automóvel. Ao perceberem que estavam a ser observados, os quatro homens, com idades compreendidas entre os 25 e os 34 anos, saíram do carro e colocaram-se numa paragem de autocarro ali perto, abandonado a viatura. A polícia abordou-os mas, como os suspeitos só falavam árabe, foram detidos e levados a tribunal. Abdelkader Zenagui e Abdessamad Kouzali, que disseram ser originários da cidade de Ramalah, na Palestina, acabaram por ficar sob detenção e estão a aguardar a sua expulsão do País. Já os outros dois companheiros, Es-Soror e Amid Meklonti, marroquinos, foram colocados com termo de identidade e residência, também com sentença de expulsão.
Os serviços de informações portugueses, estão preocupados com a presença destes homens junto ao estádio do Dragão, principalmente dos dois alegados palestinianos, originários da cidade que é a maior base de apoio ao terrorismo islâmico na Palestina. Fonte próxima da investigação garante ao nosso jornal que "não se pode excluir a possibilidade de as redes organizadas de terrorismo estarem a estudar alvos no nosso País, sendo que o estádio do Futebol Clube do Porto é um palco de acontecimentos internacionais, logo um alvo relevante".
O caso não passaria de uma simples detenção de ilegais se, depois de ouvidos em tribunal, as declarações dos palestinos se confirmassem. Mas tal não aconteceu. O 3º Juízo do Tribunal de Pequena Instância Criminal do Porto não obteve resposta às suas perguntas, quando questionou Abdessamad Kouzali, que iria a conduzir a viatura roubada em Lisboa e na qual foi detido. Kouzali, dias mais tarde, ouvido já em detenção nas instalações dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), no Porto, declarou ser palestiniano, mas aqui a trama torna-se mais densa. Uma vez que ele e o seu compatriota não possuíam qualquer documento, o SEF pediu à Delegação-Geral a Palestina em Portugal que comprovasse a história dos prisioneiros. Para surpresa e apreensão dos serviços, Abdessamad Kouzali não possui nacionalidade palestiniana. A Delegação-Geral recusa-se a reconhecê-lo porque, diz, "não está registado nos registos oficiais", refere carta datada de 11 de Agosto deste ano.
Pior: ambos palestinianos deram como morada uma casa em Odivelas, Lisboa, a 350 quilómetros do local onde foram apanhados pela Polícia, na referida viatura.
Abdessamad Kouzali diz ser electricista e o seu compatriota, Zenagui, afirma ser cozinheiro, mas nenhum consegue apresentar documentação que o comprove. Estes cidadãos nem sequer constam das bases de dados internacionais da Eurodac, que mantém registo dos cidadãos ilegais que circulam na União Europeia. As autoridades portuguesas esperam agora resposta da Interpol, a quem forneceram fotografia dos detidos, para confirmar se, sobre eles, pendem mais acusações ou suspeitas. O material apreendido na viatura e junto à paragem de autocarro do estádio do Dragão não foi reclamado por nenhum dos detidos.
Os cidadãos marroquinos também detidos parece terem sido apanhados no esquema dos alegados palestinianos. Estando ambos ilegais em Portugal, um deles apresenta prova de que está a tentar naturalizar-se e, inclusivé, está casado com uma portuguesa, de quem espera um filho. Perante este caso, as autoridades nacionais temem que as redes de mão-de-obra ilegal estejam agora a facilitar a entrada a operacionais terroristas oriundos do Médio Oriente.

Pensões vitalícias (e milionárias)


Apesar de extintas em 2005 por serem um óbvio escândalo para os portugueses, as "pensões vitalícias" continuam a ser concedidas a políticos que, à data da extinção, já tivessem adquirido esse "direito". Soube-se agora que, entre os novos beneficiários, está um marmanjo de 45 anos de idade que, por ter passado 11 sentado no Parlamento, receberá uma subvenção de cerca de 2 mil euros mensais até ao fim da vida.
Estas pensões custam-nos todos os anos 8.3 milhões de euros e bafejam 385 antigos deputados e governantes. É preciso não ter vergonha nenhuma, enquanto que andam aí portugueses que tem que sobreviver um mês com 100 euros ou menos!!!

"Buraco" na Defesa


O Ministério da Defesa vai ter de pedir um reforço orçamental de 150 milhões de euros. Sem isso, não conseguirá pagar os salários...
Os salários, as pensões e os cuidados de saúde dos militares das Forças Armadas não poderão ser pagos atempadamente nos próximos meses se o Ministério da Defesa não obtiver um reforço orçamental de 150 milhões de euros.
Como foi possível uma "derrapagem" nas contas de tamanha dimensão? É simples: a elaboração do orçamento não contou com o aumento dos vencimentos na Função Pública, nem com as promoções da praxe, nem sequer com o aumento do valor do Suplemento da Condição Militar.
Perguntará o leitor: mas o autor do orçamento não foi também o autor dos aumentos? Foi. E não sabia ele que esses aumentos teriam de reflectir-se nas folhas de pagamentos? Sabia. Mas devia estar distraído.

Arribas escrutinadas


Foi preciso ter acontecido uma desgraça na Praia Maria Luísa, em Albufeira, para as autoridades despertarem para o perigo iminente nas falésias portuguesas.
Cinco mortos depois, as autoridades mostram-se inexcedíveis no seu zelo. Agora, consumada a tragédia, não faltam inspecções e vistorias, placards de aviso e cautelas elementares. Pena não se terem lembrado antes.
Avaliados à pressa mais de 40 quilómetros de costa no Algarve, entre Albufeira e Lagos, concluiu-se que era necessário vedar ao público uma dezena de arribas onde se impõem "intervenções prioritárias". Até a Praia da Coelha, que o Presidente Cavaco Silva habitualmente frequenta para banhos, "corre sério risco de derrocada".
Como só depois da casa roubada se puseram trancas à porta, acordamos agora para uma realidade global preocupante: não é só no Algarve que a falésia está a esboroar-se. Como há dezenas de anos Orlando Ribeiro já prevenia, a costa portuguesa está toda ela em situação periclitante. Só na Região Hidrográfica do Tejo foram detectadas nos últimos dias 52 arribas em risco de derrocada, 30 das quais em praias de alta frequência como Alcobaça, Nazaré, Óbidos, Peniche e Lourinhã. Noutras zonas de intervenção, idênticos problemas terminais foram identificados nas Azenhas do Mar, Praia das Maçãs, Aguda, Almograve, Carvalhal e Arrábida.
Vá lá uma pessoa confiar neles...